Centro Internacional das Artes José de Guimarães

Há muitos tipos diferentes de sítios especiais, que nos encantam por um ou outro motivo ou por muitas razões em simultâneo. Às vezes nem sabemos exatamente o que nos chama a atenção, o que nos emociona, mas acontece e ficamos de tal maneira cativados que nos permanecem na memória e no pensamento pelo tempo fora. Em Guimarães descobrimos vários espaços assim, que guardamos como tesouros, mas agora é tempo de dar a conhecer um local em particular.
O Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), um projeto do gabinete Pitágoras Arquitetos, nasceu da revitalização daquela que era a zona do Mercado Municipal, na cidade de Guimarães, e da aposta num espaço cujo programa fosse dedicado às artes e à cultura. Um templo de Arte Contemporânea por excelência, o Centro alberga uma coleção permanente e exposições temporárias. O segundo ciclo expositivo de 2018 dedicou-se, essencialmente, a dois reconhecidos artistas portugueses: Julião Sarmento, com Leopard in a Cage, que engloba projetos nunca antes desvendados, e Pedro A.H. Paixão, que foi desafiado a expor em interação com a coleção permanente do Centro, através de Mundo Flutuante.
Muito mais que um museu, o CIAJG não se limita à História. Como Pedro A.H. Paixão nos diz, aqui podemos “olhar para o passado como ele é, em domínio aberto”.
(…)

Publicado na ROOF 16

 

 

 

Texto: Inês Mendes
Fotografia: João Morgado; Cátia Fernandes; Inês Mendes

CIAJG

Dentro e fora de portas, na ROOF – An IN & OUT Magazine percorremos o mundo para reunir as melhores propostas de arquitetura, interiores, design, cultura e lifestyle.

DESCARREGAR APP MOBILE