Como Taperia

Um aceno à informalidade.



Um mito curioso diz-nos que os bares de tapas nasceram por perspicácia.  Os empregados de mesa, em Espanha, serviam cervejas tapadas com um pires para manter as moscas afastadas. Logo perceberam que o pequeno prato poderia servir de base a um petisco. Era uma oportunidade única para cativar os clientes a regressar ou, pelo menos, a mantê-los sóbrios para mais um copo de cerveja.




O pensamento engenhoso dos baristas despertou o interesse do estúdio de design Ste. Marie, que, inspirado, deu vida à Como Taperia, em Vancouver. A líder do projeto, Rachel Martinuk, conta que, intrigada pela abordagem descontraída dos baristas de Barcelona, Madrid ou Sevilha, quis criar um local informal, que estimulasse o conforto e o convívio descomplicado típico dos bares de tapas antigos.
O maior exemplo da intenção da equipa está no azul inspirado em Joan Miró, que vai pontuando os grandes azulejos de terracota do bar de forma espontânea. A decoração é lúdica, num espaço que convida a uma conversa casual e descontraída.





Fotografia
Conrad Brown

Ste Marie

Dentro e fora de portas, na ROOF – An IN & OUT Magazine percorremos o mundo para reunir as melhores propostas de arquitetura, interiores, design, cultura e lifestyle.

DESCARREGAR APP MOBILE